Arquivo mensal: março 2012

Mestrado em Jornalismo da UEPG é aprovado pela Capes

por Erik Gasparetto

 

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) aprovou a instalação do curso de Pós-Graduação (mestrado) na área do Jornalismo. Com o nome de ‘Jornalismo, Política e Cultura Midiática’, o programa irá tratar principalmente de ações de pesquisa em jornalismo e representações políticas, prática jornalística, processos de produção, análise da circulação e efeitos da produção jornalística no debate público.

O mestrado é significativo ao curso de Jornalismo uma vez que através dele pretende integrar o ensino e a pesquisa na área. Além disso, o Mestrado é mais uma ferramenta para a produção de conhecimento em Jornalismo. O curso deverá funcionar no DECOM (Departamento de Comunicação), no Bloco B, do Campus Central da UEPG.

Anúncios

Foca Foto publica matéria sobre a Nat Bier, a cervejaria artesanal de Palmeira

por Matheus Lara

Você já provou a cerveja Nat Bier? A bebida é produzida de maneira artesanal na cidade de Palmeira, por Heraldo Gillung, e 80% de sua produção vem para Ponta Grossa. A repórter Maria Fernanda Lievore foi até a cervejaria e registrou, em fotorreportagem para o Foca Foto, o processo de fabricação da cerveja. Na página da matéria, você encontra informações sobre a cervejaria e um slideshow com belas fotos da produção artesanal.

Leia o resto deste post

Vem aí: IX Semana de Integração da Resistência

por Loise Clemente

No ano de 2004 faltavam 181 professores na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Além da falta de docentes, o Governo Requião( PMDB) decretou o fechamento de 43 cursos de Universidades Estaduais, desses, 8 eram da UEPG. Foi assim que surgiu o movimento da resistência.

Leia o resto deste post

Aberta inscrições para o décimo CONEX

Imagepor Laís Franco

As inscrições para o 10º Encontro Conversando sobre Extensão (CONEX) da UEPG estão abertas. De iniciativa da Pró Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais, junto à Divisão de Extensão Universitária, o evento visa a troca e aprofundamento de experiências de extensão universitária na UEPG.

Thiago Terada, estudante de Jornalismo, irá apresentar um trabalho realizado em parceria entre a Agência de Jornalismo e a TV Comunitária de Ponta Grossa, o programa ADE. Para ele, o valor da inscrição está alto, mas “é muito importante ter um espaço para mostrar meu trabalho, exteriorizando o que produzimos no curso”.

Segundo a chefe do Departamento de Comunicação, Karina Janz Woitowicz, a participação do curso de Jornalismo cresce a cada ano. “Marcamos presença com mais de um trabalho por projeto ano passado. Em 2012 esperamos superar o número de inscritos”, diz Karina. Para ela, o CONEX é um ótimo espaço de diálogo e reflexão.

O CONEX objetiva unir todos os Departamentos da universidade. A primeira etapa da inscrição é realizada na Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Culturais (Proex), localizada na Praça Marechal Floriano Peixoto Nº129. Das oito da manhã até as 11 e meia, e das 14 até as 17. Para apresentação de trabalhos, seja produto, pôster ou oral, as inscrições podem ser feitas até dia 10 de abril. Já as inscrições para ouvinte vão até 13 de junho.

Para mais informações, consulte o site do CONEX.

I Colóquio Mulher e Sociedade supera expectativas

por Laís Franco

O Dia Internacional da Mulher, 8 de março, foi marcado por palestras e debates do I Colóquio Mulher e Sociedade. Promovido pelo Grupo de Gênero e Mídia do Curso de Jornalismo da UEPG, o evento contou com palestras nos períodos da manhã e da noite, e participação de cerca de 450 pessoas. Uma das coordenadoras do Grupo de Gênero e Mídia, professora Karina Janz Woitowicz, acredita que o evento superou todas as expectativas. “Nossa ideia era fazer um evento modesto, com o intuito de integrar alguns cursos, e a adesão foi muito boa”, diz a professora.

Com presença de alunos de vários cursos da UEPG, como Jornalismo, Serviço Social, Direito, Turismo, Letras e Geografia, o Colóquio pautou temas como a mulher na política brasileira, cotas raciais e a produção da mulher no âmbito acadêmico. A coordenadora diz que pretende dar regularidade ao evento, para continuar marcando o Dia Internacional da Mulher com palestras, discussões e debates de temáticas envolvendo gênero.